A PROVA CIVIL NO BRASIL E EM PORTUGAL À LUZ DOS PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS DO DEVIDO PROCESSO LEGAL, DO CONTRADITÓRIO E DA ISONOMIA
PDF

Palavras-chave

Processo. Prova. Civil. Princípios. Constituição.

Como Citar

Melo Júnior, J. E. de, & Oliveira, G. P. T. de C. (2019). A PROVA CIVIL NO BRASIL E EM PORTUGAL À LUZ DOS PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS DO DEVIDO PROCESSO LEGAL, DO CONTRADITÓRIO E DA ISONOMIA. REVISTA ESMAT, 11(17), 13-38. https://doi.org/10.34060/reesmat.v11i18.281

Resumo

O presente trabalho aborda a prova civil, nos ordenamentos jurídicos brasileiro e português, a partir do enfoque constitucional. Objetiva analisar os princípios do devido processo legal, do contraditório e da isonomia como fundamentos para assegurar a garantia da tutela jurisdicional adequada e efetiva no processo civil a partir da dilação probatória. Utilizando o método dedutivo, é possível compreender como a prova civil caracteriza-se como meio de acesso à justiça.
https://doi.org/10.34060/reesmat.v11i18.281
PDF

Referências

ALEXY, Robert. Teoría de los derechos fundamentales. Traducción y estúdio introductorio de Carlos Bernal Pulido. Madri: Centro de Estudios Politicos y Constitucionales, 2007.

ALMEIDA, Joaquim Canuto Mendes de. Princípios fundamentais do processo penal. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 1973.

AROCA, Juan Montero. La prueba en el proceso civil. Navarra: Thomson Reuters, 2011.

ÁVILA, Humberto. O que é “Devido Processo Legal”? In: DIDIER JR, Fredie (Org.). Leituras Complementares de Processo Civil. Salvador: Editora Juspodivm, 2010, pp. 405-414.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. A função social do processo civil moderno e o papel do juiz e das partes na direção e na instrução do processo. In: Revista de Processo, nº 37, pp. 140-150, janeiro/março de 1985.

_____. O juiz e a prova. In: Revista de Processo, nº 35, pp. 189-184, abril/junho de 1984.

BEDAQUE, José Roberto dos Santos. Garantia da amplitude de produção probatória. In: TUCCI, José Rogério Cruz e (Coord.). Garantias constitucionais do processo civil. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 1999, p. 151-189.

_____. Poderes instrutórios do juiz. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2013.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm>. Acesso em: 8 set. 2018.

_____. Lei nº 5.869, de 11 de janeiro de 1973. Institui o Código de Processo Civil. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L5869.htm>. Acesso em: 8 set. 2018.

_____. Lei nº 13.105, de 16 de março de 2015. Código de Processo Civil. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13105.htm>. Acesso em: 8 set. 2018.

_____. Supremo Tribunal Federal. Ação direta de inconstitucionalidade nº 1.511-MC, Relator: Ministro Carlos Velloso; Julgado em 16 out. 1996. Disponível em: <http://redir.stf.jus.br/paginadorpub/paginador.jsp?docTP=AC&docID=347105>. Acesso em: 8 set. 2018.

_____. Supremo Tribunal Federal. Habeas Corpus nº 83.255, Relator: Ministro Marco Aurélio; Julgado em: 5 nov. 2003. Disponível em: <http://redir.stf.jus.br/paginadorpub/paginador.jsp?docTP=AC&docID=79303>. Acesso em: 9 set. 2018.

_____. Supremo Tribunal Federal. Habeas Corpus nº 84.965, Relator: Ministro Gilmar Mendes, Segunda Turma; Julgado em: 13 dez. 2011, Disponível em: <http://redir.stf.jus.br/paginadorpub/paginador.jsp?docTP=TP&docID=1899767>. Acesso em: 8 set. 2018.

BULOS, Uadi Lammêgo. Constituição Federal anotada. São Paulo: Editora Saraiva, 2009.

CABRAL, Antônio do Passo. Il principio del contraddittorio come diritto d´influenza e dovere di dibattito. In: Rivista di Diritto Processuale, anno LX, n. 2, aprile/giugno 2005, pp. 449-450.

CALMON, Eliana. Princípios e Garantias Constitucionais do Processo. In: MARTINS, Ives Gandra da Silva; JOBIM, Eduardo (Coord.). O Processo na Constituição. São Paulo: Editora Quartier Latin do Brasil, 2008.

CAMBI, Eduardo. Curso de Direito Probatório. Curitiba: Juruá Editora, 2014.

_____. Direito constitucional à prova no processo civil. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2001.

CANOTILHO, J. J. Gomes. Direito Constitucional e Teoria da Constituição. Coimbra: Livraria Almedina, 2003, p. 493.

CANOTILHO, J. J. Gomes; MOREIRA, Vital. Constituição da República Portuguesa Anotada, volume I. Coimbra: Coimbra Editora, 2007.

CARDOSO, Oscar Valente. Direitos fundamentais do processo: devido processo legal e devido processo justo. In: Revista Dialética de Direito Processual, nº 117, pp. 61-71, dezembro 2012.

CARNELUTTI, Francesco. Sistema de direito processual civil, volume I. Traduzido por Hiltomar Martins Oliveira. São Paulo: Classic Book, 2000a.

_____. Sistema de direito processual civil, volume II. Traduzido por Hiltomar Martins Oliveira. São Paulo: Classic Book Editora e Distribuidora de Livros Ltda., 2000b.

CARVALHO, Kildare Gonçalves. Direito constitucional. Belo Horizonte: Editora Del Rey, 2007.

CINTRA, Antônio Carlos de Araújo. O princípio da igualdade processual. In: Revista da Procuradoria Geral do Estado de São Paulo, nº 19, pp. 39-44, dez. 1981/dez. 1982.

CINTRA, Antônio Carlos de Araújo; GRINOVER, Ada Pellegrini; DINAMARCO, Cândido Rangel. Teoria Geral do Processo. São Paulo: Malheiros Editores, 2001.

COMOGLIO, Luigi Paolo. Preclusioni instruttorie e diritto alla prova. In: Rivista di Diritto Processuale, anno LIII (Seconda Serie), nº 4, pp. 968-995, ottobre-dicembre 1998.

CRETELLA JÚNIOR, José. Comentários à Constituição 1988, vol. I. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1997.

DIDIER JÚNIOR, Fredie. Curso de direito processual civil – teoria geral do processo e processo de conhecimento. Salvador: Edições Podivm, 2006, p. 57.

DIDIER JÚNIOR, Fredie; BRAGA, Paula Sarno; OLIVEIRA, Rafael Alexandria de. Curso de direito processual civil – teoria geral da prova, direito probatório, decisão, precedente, coisa julgada e tutela provisória. Salvador: Editora JusPodivm, 2015.

DINAMARCO, Cândido Rangel. O princípio do contraditório. In: Revista da Procuradoria Geral do Estado de São Paulo, nº 19, pp. 21-38, dezembro de 1981.

DORIA, Antônio Roberto. Direito constitucional tributário e o due processo of law. Rio de Janeiro: Editora Forense, 1986.

ECHANDÍA, Hernando Devis. Teoria General de la prueba judicial, Tomo I. Buenos Aires: Victor P. de Zavalia – Editor, 1974.

FUX, Luiz. Processo e Constituição. In: FUX, Luiz (Coord.). Processo Constitucional. Rio de Janeiro: Editora Forense, 2013, pp. 3-44.

GOLDSCHMIDT, James. Direito Processual Civil, traduzido, revisado, adaptado e anotado por Ricardo Rodrigues Gama. Curitiba: 2003b.

_____. Direito processual civil, Tomo I. Traduzido por Lisa Pary Scarpa. Campinas: Bookseller Editora e Distribuidora, 2003a.

GRINOVER, Ada Pellegrini. Novas tendências do direito processual de acordo com a Constituição de 1988. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1990.

_____. Os princípios constitucionais e o código de processo civil. São Paulo: José Bushatsky Editor, 1975.

JORGE, Nuno Lemos. Direito à prova: brevíssimo roteiro jurisprudencial. In: Julgar, n.º 6, pp. 99-106, setembro/dezembro 2008.

LUCON, Paulo Henrique dos Santos. Devido processo legal substancial e efetividade do processo. In: MARTINS, Ives Gandra da Silva; JOBIM, Eduardo (Coord.). O Processo na Constituição. São Paulo: Editora Quartier Latin do Brasil, 2008.

MARQUES, José Frederico. Instituições de Direito Processual Civil, volume II. Campinas: Millenium Editora, 2000.

MENDES, Gilmar Ferreira; BRANCO, Paulo Gustavo Gonet. Curso de Direito Constitucional. São Paulo: Editora Saraiva, 2015.

MESQUITA, Gil Ferreira de. Princípios do contraditório e da ampla defesa no processo civil brasileiro. São Paulo: Editora Juarez de Oliveira, 2003.

MICHELI, Gian Antônio. Curso de derecho procesal civil, volume I, Parte General. Buenos Aires: Ediciones Juridicas Europa-América, 1970.

MIRANDA, Jorge. Direito Constitucional aditamentos. Lisboa: Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, 1982.

NERY JÚNIOR, Nelson. Princípios do Processo Civil na Constituição Federal. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2002.

OLIVEIRA, Carlos Alberto Álvaro de. O juiz e o princípio do contraditório. In: Revista de Processo, nº 71, pp. 31-38, julho/setembro 1992.

_____. Princípios do contraditório e da ampla defesa. In: CANOTILHO, J. J. Gomes; MENDES, Gilmar Ferreira; SARLET, Ingo Wolfgang; STRECK, Lênio Luiz; LEONEY, Léo Ferreira (Coords.). Comentários à Constituição do Brasil – Série IDP. São Paulo: Editora Saraiva, 2013.

PARIZ, Ângelo Aurélio Gonçalves. O princípio do devido processo legal: direito fundamental do cidadão. Coimbra: Almedina, 2009.

PICARDI, Nicola. Il principio del contraddittorio. In: Rivista di Diritto Processuale, anno LIII, nº 3, pp. 673-681, luglio-settembre 1998.

PORTUGAL. Lei n.º 41/2013, de 26 jun. Código de Processo Civil. Disponível em: <http://www.pgdlisboa.pt/leis/lei_mostra_articulado.php?nid=1959&tabela=leis>. Acesso em: 8 set. 2018.

_____. Constituição da República Portuguesa. Disponível em: <https://www.parlamento.pt/Legislacao/Documents/constpt2005.pdf>. Acesso em: 8 set. 2018.

RAMOS, Vitor de Paula. Direito fundamental à prova. In: Revista de Processo, São Paulo, nº 38, vol. 224, pp. 41-62, out. 2013.

RANGEL, Rui Manuel de Freitas. O ònus da prova no processo civil. Coimbra: Edições Almedina, 2006.

RIBEIRO, Darci Guimarães. A dimensão constitucional do contraditório e seus reflexos no projeto do CPC/2015. In: Revista de Processo, São Paulo, nº 39, vol. 232, pp. 13-35, jun. 2014.

SANTOS, Moacyr Amaral. Prova judiciária no cível e comercial. São Paulo: Max Limonad, 1970.

SILVA, José Afonso. Curso de direito constitucional positivo. São Paulo: Malheiros Editores, 2001.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.