REORDENAÇÃO DO TERRITÓRIO E GOVERNANÇA SOCIOAMBIENTAL: OS MOSAICOS DE ÁREAS PROTEGIDAS NO BIOMA AMAZÔNIA
PDF

Palavras-chave

Corredores ecológicos
Democracia
Meio ambiente
Mosaicos
Socioambientalismo

Como Citar

Villas Boas, M. A. S. (2016). REORDENAÇÃO DO TERRITÓRIO E GOVERNANÇA SOCIOAMBIENTAL: OS MOSAICOS DE ÁREAS PROTEGIDAS NO BIOMA AMAZÔNIA. REVISTA ESMAT, 8(10), 11-32. https://doi.org/10.34060/reesmat.v8i10.108

Resumo

A Constituição de 1988 estabeleceu um eixo transversal de proteção do ambiente, perpassando, principalmente, os subsistemas da economia, da educação e cultura, os índios e das populações tradicionais, sustentado por um verdadeiro princípio socioambiental, o qual tem influenciado a legislação, a jurisprudência e proporcionado a inclusão de terras indígenas, terras quilombolas e de outras populações tradicionais dentro do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), instituído pela Lei n. 9.985, de 2000, inclusive em Mosaicos de gestão compartilhada. Essa vertente socioambiental tem dado concreção ao princípio democrático e permitido a inclusão social, uma vez que se admite a formação de Mosaicos de áreas protegidas, compostos por Terras Indígenas e de populações tradicionais, Unidades de Conservação, Zonas de Amortecimento e Corredores Ecológicos, e possibilita a participação dos indígenas e populações tradicionais na gestão do sistema.
https://doi.org/10.34060/reesmat.v8i10.108
PDF

Referências

ACRE. Lei n. 2.025, de 20 de out. de 2008. Cria o Programa Estadual de Certificação de Unidades Produtivas Familiares do Estado do Acre. Disponível em: <http://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/comissoes/comissoes-permanentes/cmads/seminarios-e-outros-eventos/eventos-2014/seminarios/2014-04-24%20-%20PSA/apresentacoes/marcia-stanton/view>. Acesso em: 3 jun. 2014.

______. Lei n. 2.308, de 22 de outubro de 2010. Cria o Sistema Estadual de Incentivos a Serviços Ambientais- SISA, o Programa de Incentivos por Serviços Ambientais - ISA Carbono e demais Programas de Serviços Ambientais e Produtos Ecossistêmicos do Estado do Acre e dá outras providências. Disponível em: <http://www.imc.ac.gov.br/wps/wcm/connect/cba11f804e8d3801b88cfb7a81aad2ff/Lei2308_1.pdf?MOD=AJPERES>. Acesso em: 3 jun.2014.

ALTMANN, Alexandre. Pagamento por serviços ambientais. In: GOMES, Carla Amado (Coord.). Compensação ecológica, serviços ambientais e proteção da biodiversidade. Lisboa: ICJP, 2014. p. 7-31.

AMAZONAS. Decreto n. 26.958, de 4 de setembro de 2007. Institui o Programa bolsa Floresta do Governo do Estado do Amazonas, na forma que especifica, e da outras providências. Disponível em: <http://www.ipaam.br/legislacao/ESTADUAL/dec.est%20n.%C2%BA%2026.958%20de%2004.09.07%20(%20institui%20o%20programa%20bolsa%20floresta).doc>. Acesso em: 3 jun. 2014.

______. Lei Complementar n. 53, de 5 de junho de 2007. Regulamenta o Inciso V do artigo 230 e o § 1.º do artigo 231 da Constituição Estadual, institui o Sistema Estadual De Unidades De Conservação – SEUC, dispondo sobre infrações e penalidades e estabelecendo outras providências. Disponível em: <http://legislador.aleam.gov.br/LegisladorWEB/LegisladorWEB.ASP?WCI=LeiTexto&ID=201&inEspecieLei=2&nrLei=53&aaLei=2007&dsV erbete=>. Acesso em: 3 jun. 2014.

______. Lei n. 3.135, de 5 de junho de 2007, alterada pela Lei 3.184, de 13 de novembro de 2007. Institui a Política Estadual sobre Mudanças Climáticas, Conservação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável do Amazonas, e estabelece outras providências. Disponível em: <http://ebookbrowsee.net/lei-complementar-n-53- 2007-amazonas-pdf-d114492445>. Acesso em: 3 jun. 2014.

ARAGÃO, Maria Alexandra. A natureza não tem preço, mas devia. In: SOUSA, Marcelo Rebelo de; QUADROS, Fausto de; OTERO, Paulo et al. (Coords.). Estudos de Homenagem ao Prof. Doutor Jorge Miranda. Lisboa: FDUL; Coimbra, 2012, p. 11-41. v. 4.

ARAÚJO, Marcos Antônio Reis. Unidades de conservação: a importância e história no mundo. In: NEXUCS (Org.). Unidades de conservação no Brasil: o caminho da gestão para resultados. São Carlos: RIMA, 2012. p. 25-50.

BATALLA, Guilhermo Bonfil. México profundo. Una civilización negada. Edición original de la Secretaria de Educación Pública/Centro de Investigaciones y Estudios Superiores em Antropologia Social – CIESAS. México: Grijalbo, 1990.

BELTRÃO, Antonio F. G. Unidades de uso sustentável e de proteção integral: diferenças, semelhanças e adequação na escolha. In: AHMED, Flávio; COUTINHO, Ronaldo (Coords.). Tutela Jurídica das Áreas Protegidas. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2011. p. 1-12.

BRASIL. Decreto n. 4.340, de 22 de agosto de 2002. Regulamenta artigos da Lei n. 9.985, de 18 de julho de 2000, que dispõe sobre o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza-SNUC, e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/2002/d4340.htm>. Acesso em: 18 nov. 2013.

______. Decreto n. 4.519, de 13 de dezembro de 2002. Dispõe sobre o serviço voluntário em unidades de conservação federais, e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/2002/D4519.htm>. Acesso em: 3 de jun. 2014.

______. Decreto n. 5.758, de 13 de abril de 2006. Institui o Plano Estratégico Nacional de Áreas Protegidas-PNAP, seus princípios, diretrizes, objetivos e estratégias, e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004- 2006/2006/Decreto/D5758.htm>. Acesso em: 21 mar. 2014.

_______. Decreto n. 7.747, de 05 de junho de 2012. Institui a Política Nacional de Gestão Territorial e Ambiental de Terras Indígenas - PNGATI, e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011- 2014/2012/decreto/d7747.htm>. Acesso em: 18 nov. 2013.

______. Fundação Nacional do Índio. Portaria n. 1.682, de 8 de dezembro de 2011. Diário Oficial da União de 13 de dezembro de 2011. Disponível em: <http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/core/consulta.action>. Acesso em: 20 mar. 2014.

______. Lei n. 5.197, de 3 de janeiro de 1967. Dispõe sobre a proteção à fauna e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l5197.htm>. Acesso em: 3 jun. 2014.

_______. Lei n. 5.371, de 5 de dezembro de 1967. Autoriza a instituição da "Fundação Nacional do Índio" e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/1950- 1969/L5371.htm>. Acesso em: 3 jun. 2014.

_______. Lei n. 8.629, de 25 de fevereiro de 1993. Dispõe sobre a regulamentação dos dispositivos constitucionais relativos à reforma agrária, previstos no Capítulo III, Título VII, da Constituição Federal. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L8629.htm>. Acesso em: 16 mar. 2014.

______. Lei n. 9.985, de 18 de julho de 2000. Regulamenta o art. 225, § 1o, incisos I, II, III e VII da Constituição Federal, institui o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9985.htm>. Acesso em: 18 nov. 2013.

______. Lei n. 10.683, de 28 de maio de 2003. Dispõe sobre a organização da Presidência da República e dos Ministérios, e dá outras providências. Disponível em:

<http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/l10.683.htm>. Acesso em: 16 mar. 2014.

______. Lei n. 12.651, de 25 de maio de 2012. Dispõe sobre a proteção da vegetação nativa; altera as Leis nos 6.938, de 31 de agosto de 1981, 9.393, de 19 de dezembro de 1996, e 11.428, de 22 de dezembro de 2006; revoga as Leis nos 4.771, de 15 de setembro de 1965, e 7.754, de 14 de abril de 1989, e a Medida Provisória n. 2.166-67, de 24 de agosto de 2001; e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011- 2014/2012/lei/l12651.htm>. Acesso em: 25 maio 2014.

______. Ministério da Integração Nacional. Política Nacional de Ordenamento Territorial. Disponível em: <http://www.mi.gov.br/c/document_library/get_file?uuid=3fc31d16- e5f7-46fb-b8cc-0fb2ae176171&groupId=24915>. Acesso em: 17 mar. 2014.

______. Ministério do Meio Ambiente. Resolução 378/CONAMA. Define os empreendimentos potencialmente causadores de impacto ambiental nacional ou regional para fins do disposto no inciso III, § 1º, art. 19 da Lei n. 4.771, de 15 de setembro de 1965,e dá outras providências. Disponível em: <http://www.mma.gov.br/port/conama/res/res06/res37806.pdf>. Acesso em: 6 jun. 2014.

Supremo Tribunal Federal. Petição n. 3.388. Rel. Min. Carlos Ayres Brito. Revista Trimestral de Jurisprudência, Brasília, v. 212, p. 49-371, abr./jun. 2010.

DIEGUES, Antonio Carlos. O mito moderno da natureza intocada. 3. ed. São Paulo: Hucitec, 2001.

INSTITUTO SOCIOAMBIENTAL - ISA. MPF quer que plano de manejo de floresta ajude a evitar malária entre os Zo´é. Disponível em: <http://site-antigo.socioambiental.org/nsa/detalhe?id=2394>. Acesso em: 3 jun. 2014.

MATTOS NETO, Antonio José de. Estado de direito agroambiental brasileiro. São Paulo: Saraiva, 2010.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS – ONU. Resoluções. Resolução 61/295. Declaração das Nações Unidas sobre Direitos dos Povos Indígenas. Disponível em: <http://www.un.org/Depts/dhl/resguide/r61sp.htm>. Acesso em: 1 mar. 2014.

_____. Resolução 66/288. O futuro que queremos. Disponível em: <http://www.un.org/ga/search/view_doc.asp?symbol=A/RES/66/288>. Acesso em: 1 mar. 2014.

_____. Convenção sobre Diversidade Biológica - CDB. Disponível em: <http://www.onu.org.br/rio20/img/2012/01/cdb_ptbr.pdf>. Acesso em: 1 mar. 2014.

______. Conferência das Partes - COP7. Disponível em: . Acesso em: 3 jun. 2014.

______. Conferência das Partes - COP8. Disponível em: <http://www.cbd.int/kb/Results?FreeText=COP8>. Acesso em: 3 jun. 2014.

PARÁ. Lei n. 5.887, de 09 de maio de 1995. Dispõe sobre a Política Estadual do Meio Ambiente e dá outras providências. Disponível em: <http://www.ideflor.pa.gov.br/file/LEI%20N%205.887,%20de%2009%20de%20Maio%20de%201995.pdf>. Acesso em: 3 jun. 2014.

SANTOS, Boaventura de Souza. Cuando los excluidos tienen Derecho: justicia indígena, plurinacionalidad e interculturalidad. In: ______.; RODRÍGUEZ, José Luis Exeni (Ed.). Justicia indígena, plurinacionalidad e interculturalidad en Bolivia. Quito: Fundación Rosa de Luxemburgo, 2012. p. 11-48.

SANTILLI, Juliana. Socioambientalismo e novos direitos: proteção jurídica à diversidade. São Paulo: Fundação Petrópolis, 2005.

SÃO PAULO. Secretaria do Meio Ambiente. Zoneamento agroambiental para o setor sucroalcooleiro. Disponível em: <http://www.ambiente.sp.gov.br/cpla/zoneamento/zoneamento-ecologico-economico/>. Acesso em: 16 mar. 2014.

SEN, Amartya. A ideia de justiça. Trad. de Denise Bottmann e Ricardo Doninelli Mendes. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

SOARES, Guido Fernando da Silva. Direito internacional do meio ambiente: emergência, obrigações e responsabilidades. São Paulo: Atlas, 2001.

VERÍSSIMO, Adalberto (Org.). Áreas protegidas na Amazônia Brasileira: avanços e desafios. Belém: Imazon; São Paulo: Instituto Socioambietal, 2011.

VILLAS BOAS, Marco Anthony Steveson. Proteção ambiental das reservas indígenas. In: Revista do Instituto do Direito Brasileiro da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, Lisboa, 2013a1, n. 4, p. 3.369-3444 e 2013a2, n. 5, p. 4556-4632. Disponível em: <http://www.idb-fdul.com/uploaded/files/2013_04_03369_03444.pdf>. Acesso em: 3 jun. 2014.

______. Repercussões ambientais do indigenato. Revista CEDOUA, Coimbra, ano 16, n. 31, 1.13, p. 67-87, 2013b.

VIO, Antonia Pereira de Avila. Zona de Amortecimento e Corredores Ecológicos. In: BENJAMIN, Antonio Herman (Coord.). Direito ambiental das áreas protegidas: o regime jurídico das unidades de conservação. Rio de Janeiro: Forense, 2001. p. 348-360.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.