A questão ambiental e o surgimento de uma sociedade vulnerável às alterações climáticas, como também A litigância do Judiciário no Brasil e no mundo buscando a resolução de conflitos ambientais foram os temas dos debates do quarto dia da Programação do XIII Congresso Internacional em Direitos Humanos. 

O Evento, organizado pelo Programa de Mestrado em Prestação Jurisdicional e Direitos Humanos (PPGPJDH – UFT) e Universidade Federal do Tocantins (UFT), neste ano, conta também com a parceria da UniCEUB, Colégio Permanente de Diretores de Escolas Estaduais da Magistratura (COPEDEM) e da PUC-RIO.

A primeira mesa temática da manhã, com o tema Litigância Climática no Brasil e no Mundo, proferida pelas docentes a professora doutora Jolene Lin (NUS – SINGAPURA) e a professora doutora Danielle de Andrade Moreira (PUC-Rio–BRASIL), contou com a professora doutora Angela Issa Haonat (PPGPJDH) como mediadora. 

O tema Análise e Perspectivas dos Direitos Humanos Fundamentais Inalienáveis da Pessoa foi proferido pelo professor doutor Jorge Isaac Torres Manrique (UNFV – PERU), sob a mediação do professor doutor Tarsis Barreto Oliveira (PPGPJDH). O segundo tema da manhã, Da Necessidade de uma Educação em Direitos Humanos, foi proferido pela professora doutora Isabela Moreira do N. Domingos (USP/PUCPR – BRASIL) e contou com a professora doutora Patrícia Medina (PPGPJDH) como mediadora. 

Contando com centenas de participantes, a Programação do XIII Congresso Internacional em Direitos Humanos se estende até o próximo dia 25 de outubro. Lembrando que todas as atividades acontecem, nesse período , das 9h às 12h.

Para acessar a homepage do Evento clique aqui.

Para se inscrever, clique aqui.

Clique aqui para acessar a Programação.

 

Texto: Wherbert Araújo – Comunicação Esmat

Francielly Oliveira – Estagiária em Comunicação Social – Jornalismo