Sidebar

Terminaram, nesta quinta-feira (13), os trabalhos de Auditoria Externa, no Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ), da Escola Superior da Magistratura Tocantinense (ESMAT), tendo como normativa de aferição a Norma ISO 9001:2015. O processo visa verificar as conformidades no sistema de gerenciamento da qualidade e melhorar o processo de formação educacional de magistrados, servidores do Judiciário tocantinense e da sociedade em geral. A certificação foi mantida até agosto de 2021.

Realizado pela empresa certificadora QMS Certification Services, a auditoria foi realizada pelo auditor Renato Anselmo Junior, por meio de reuniões remotas, via internet, tendo em vista as restrições referentes ao isolamento devido à Covid-19. Dentre os departamentos auditados, que integram o processo de auditoria externa, estão: a Diretoria Executiva, os Núcleos de Formação (NUCAS e NUFAM), a Divisão Financeira, a Biblioteca, a Supervisão Administrativa e Tecnológica e a Secretaria Acadêmica.

O Resultado da auditoria externa foi informado na reunião de encerramento, onde os processos auditados não apresentaram inconformidades, o que demonstra que os cursos ofertados pela ESMAT passam por um rigoroso processo de elaboração e execução para garantir a melhoria da prestação jurisdicional.

 A Norma ISO 9001:2015 define os requisitos para garantir padrões de qualidade, com o objetivo de buscar a satisfação dos clientes e a melhoria contínua do desempenho das organizações, garantindo a excelência na prestação dos serviços de capacitação e qualificação de magistrados, servidores e profissionais ligados às áreas do Direito e do Judiciário Tocantinense.

A QMS é um organismo de certificação de origem Australiana com atuação global, atualmente presente em mais de 30 países atuando especificamente com foco em certificação de sistemas de gestão e treinamentos de normas aplicáveis.