O DANO PÓS-CONSUMO E A EMERGENTE NECESSIDADE DE RESPONSABILIZAÇÃO DO ESTADO E DOS FORNECEDORES NO ÂMBITO CONSUMERISTA
PDF

Palavras-chave

Responsabilidade
Pós-consumo
Proteção
Consumidor
Meio-ambiente

Como Citar

Gonçalves, S. F. L. (2016). O DANO PÓS-CONSUMO E A EMERGENTE NECESSIDADE DE RESPONSABILIZAÇÃO DO ESTADO E DOS FORNECEDORES NO ÂMBITO CONSUMERISTA. REVISTA ESMAT, 5(5), 135-157. https://doi.org/10.34060/reesmat.v5i5.76

Resumo

A abordagem da responsabilidade do fornecedor e do Estado, sob a ótica dos danos causados ao consumidor na fase pós-consumo, é o que se abordará no presente artigo. Analisar-se-ão os princípios centrais aplicados ao Direito Ambiental e do Consumidor a fim de construir responsabilidade específica tanto para o fornecedor quanto para o Estado pelos danos decorrentes do consumo de produtos que tenham descartes. Questiona-se um novo modelo de responsabilidade no âmbito do Código de Defesa do Consumidor, contextualizando-se o problema na sociedade contemporânea com o objetivo de estudar as maneiras de resguardar, integralmente, as lesões ao consumidor em virtude da falta de gestão ambiental de produtos que, após serem consumidos, poderão ser destinados ao lixo comum ou não, causando degradação ao meio ambiente e consequentemente ao homem/consumidor, apontando-se assim possíveis proposições para dirimir o problema.
https://doi.org/10.34060/reesmat.v5i5.76
PDF

Referências

BESSA, Leonardo Roscoe. Aplicação do Código de Defesa do Consumidor: análise critica da relação de consumo. Brasília: Brasília Jurídica, 2007.

BESSA, Leonardo Roscoe. Relação de Consumo e Aplicação do Código de Defesa do Consumidor. Revista dos Tribunais, 2009.

FONTANA, Henrique. Projeto de Lei nº 3341/2008. Disponível em: http://www.camara.gov.br/sileg/integras/558923.pdf.Acesso em: 26 maio. 2011.

FILOMENO, José Geraldo Brito. Manual de Direitos do Consumidor. São Paulo: Atlas, 2000.

MACHADO, Paulo Affonso Leme. Direito ambiental brasileiro. 12. ed. São Paulo: Malheiros, 2006.

NUNES, Luiz Antônio Rizzato. Comentários ao Código de Defesa do Consumidor. São Paulo: Saraiva, 2000.

PRUX, Oscar Ivan. O princípio da responsabilidade solidária do fornecedor em relações de consumo. Disponível em http://www.parana-online.com.br/colunistas/235/50094/?postagem=O+PRINCIPIO+DA+RESPONSABILIDADE+SOLIDARIA+DO+FORNECEDOR+EM+RELACOES+DE+CONSUMO. Acesso em: 02 maio 2011.

RODRIGUES, Marcelo Abelha. Elementos de direito ambiental: parte geral. 2. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2005.

VIALLI, Andrea. Brasileiro produz tanto lixo quanto europeu. Disponível em: <http://www.idec.org.br/noticia.asp?id=12692&categoria=5 >. Acesso em: 02 jun. 2011.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.