ANÁLISE DO CASO OSMANOGLU E KOCABAS V. SUÍÇA: QUAIS SÃO OS STANDARDS ADOTADOS PELO TEDH PARA IDENTIFICAR SE HÁ, OU NÃO, A VIOLAÇÃO DO DIREITO FUNDAMENTAL À LIBERDADE DE RELIGIÃO, PRESENTE NO ARTIGO 9º DA CONVENÇÃO EUROPEIA DOS DIREITOS DO HOMEM?
PDF

Palavras-chave

Direito à liberdade de religião; artigo 9º da CEDH; véu islâmico; crucifixo; laicidade; não proselitismo; instituições de ensino; Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.

Como Citar

Fernanda Leite de Freitas Silva, M. (2020). ANÁLISE DO CASO OSMANOGLU E KOCABAS V. SUÍÇA: QUAIS SÃO OS STANDARDS ADOTADOS PELO TEDH PARA IDENTIFICAR SE HÁ, OU NÃO, A VIOLAÇÃO DO DIREITO FUNDAMENTAL À LIBERDADE DE RELIGIÃO, PRESENTE NO ARTIGO 9º DA CONVENÇÃO EUROPEIA DOS DIREITOS DO HOMEM?. REVISTA ESMAT, 12(19), 189-216. https://doi.org/10.34060/reesmat.v12i19.356

Resumo

O presente artigo objetiva analisar um acórdão recentemente julgado pelo TEDH (Osmanoglu e Kocabas v. Suíça), que trata, em linhas gerais, da recusa dos pais, praticantes fervorosos da religião muçulmana, em enviar suas duas filhas para as aulas de natação mistas obrigatórias em suas escolas. A seguir, busca-se a partir deste estudo de caso tecer comentários sobre o artigo 9º da CEDH, invocando outros acórdãos, também julgados pelo TEDH. Logo em seguida, estudaremos o acórdão Lautsi v. Itália, que se refere à presença de crucifixos nas salas de aula da escola pública italiana. Por conseguinte, tendo em vista a propagação do islamismo na Europa, e seus possíveis reflexos, examinaremos dois acórdãos que versam sobre o impacto do uso do véu islâmico no ambiente escolar e universitário (Leyla Sahin v. Turquia e Dogru v. França). Ao final, apresentaremos a experiência francesa no que se refere à aplicação do princípio da laicidade nas instituições públicas de ensino, que garante a proteção do não proselitismo em tais instituições. 
https://doi.org/10.34060/reesmat.v12i19.356
PDF

Referências

BARBIER, Maurice, La Laïcité, [S.L.], L´ Harmattan, 1995.
BARRETO, Ireneu Cabral, A Convenção Europeia dos Direitos do Homem: Anotada, 5ª Edição, [S.L.], Almedina, 2016.
BOUTAYEB, Chahira, DroitInstitutionnel de l´UnionEuropéenne: InstitutionsOrdreJuridiqueContentieux, 4ª édition, [S.L.], LGDJ, 2015.
BRIBOSIA, Emmanuelle / RORIVE, Isabelle, «Le voile à l´école: Une Europe divisée», inRevue trimestrielle des droits de l'homme, 15, 60, (2004),p. 951, disponível em , acessado em: 14 de julho de 2019.
ConventionEuropéennedesDroits de l´Homme,1er édition, Paris, Gualino, 2014.
CORSINO ÁLVAREZ CORTINA, Andrés / RODRÍGUEZ BLANCO, Miguel (coord.), La libertad religiosa enEspaña : XXV años de vigencia de laLeyOrgánica 7/1980, de 5 de julio (comentarios a su articulado), Granada, 2006.
DE MIRANDA AVENA, Claudia«Liberdade religiosa e Direitos humanos: a polêmica sobre o véu islâmico in », in Revista de Direito Constitucional e Internacional , v. 18, 2010, pp. 356-399.
DENIZEAU, Charlotte, Droitdeslibertésfondamentales, 6e édition, Paris, VuibertDroit, 2017.
EVANS, Carolyne, FreedomofReligionundertheEuropeanConventiononHumanRights, United States, Oxford University Press, 2001.
Fichas técnicas sobre a União Europeia – 2019, p. 2, disponível em , acessado em: 14 de julho de 2019.
GONÇALVES, Maria Eduarda / GUIBENTIF, Pierre / REBELO, Glória (Coordenadores), Constituição e Mudança Socioeconômica, 1ª edição, [S.L.], 2018.
GONZALEZ, Gérard, La ConventionEuropéennedesDroits de l´Homme et laLibertédesReligions, Paris, Economica, 1997.
GUTIÉRREZ DEL MORAL, María Jesus / CAÑIVANO SALVADOR, Miguel Ángel, El Estado frente alalibertad de religión: jurisprudencia constitucional española y del Tribunal Europeo de Derechos Humanos, [S.L.], Atelier, 2003.
JERÓNIMO, Patrícia, «Símbolos e símbolos - o véu islâmico e o crucifixo na jurisprudência recente do Tribunal Europeu dos Direitos do Homem», in ScientiaIuridica, tomo LIX, n.º 323 (2010), pp. 497-523.
JUSS, Satvinder, «Burqa-bashing and the Charlie Hebdo Cartoons», in King´s Law Journal, [S.L.], Vol. 26, n.º 1 (2015), p. 34, disponívelem, acessado em: 14 de julho de 2019.
LETTERON, Roseline, Libertéspubliques, 9e édition, [S.L.], Dalloz, 2012.
MACHADO, Jónatas E.M, Liberdade Religiosa Numa Comunidade Constitucional Inclusiva: Dos Direitos Da Verdade AosCidadãos, Boletim da Faculdade de Direito, Stvdia Jurídica 18, Coimbra, Coimbra Editora, 1996.
MARGUÉNAUD, Jean-Pierre, La Coureuropéenne des droits de l´Homme, 7e édition, [S.L.], Dalloz, 2016.
MORANGE, Jean, Manuel desdroits de l´homme et deslibertés publiques, 1er édition, Paris, PressesUniversitaires de France, 2007.
MOTILLA, Agustín (coord.), El pañueloislámicoen Europa, Marcial Pons, Madrid, 2009
OBERDORFF, Henri, Droits de l´homme et libertésfondamentales, 6ª édition, [S.L.], LGDJ, 2017.
OLIVEIRA, Bruna Pinotti Garcia / LAZARI, Rafael de, Manual de Direitos Humanos, Volume único, 4. ed . rev. ampl. e atual., Salvador, Editora Juspodivm, 2018.
PATTO, Pedro Vaz, «Laicidade, multiculturalismo e identidade religiosa», in Brotéria:Cristianismo e Cultura, Vol. 159 (2004), pp. 7-23.
PONTIER, Jean-Marie, Droitsfondamentaux et libertés publiques, 6e édtion, [S.L.], HachetteSupérieur, 2017.
PORTELA, Paulo Henrique Gonçalves, Direito Internacional Público e Privado: Incluindo Noções de Direitos Humanos e de Direito Comunitário, 10. ed. Rev. Atual. e ampl., Salvador, Editora Juspodivm, 2018.
RENUCI, Jean-François, DroitEuropéendesDroits de l´Homme: Droits et LibertésFondamentaux garantis par la CEDH, 7eédition, [S.L.], LGDJ, 2017.
ROBERT, Jacques / DUFFAR, Jean, Droits de l´homme et libertésfondamentales, 8ª édition, Paris, Montchrestien: lextensoéditions, 2009.
SAURON, Jean-Luc / CHARTIER, Aude / REGUER-PETIT, Léa, Lesdroitsprotégés par la
SILVA, Suzana Tavares da, Direitos Fundamentais na Arena Global, 2ª edição, Coimbra, Imprensa da Universidade de Coimbra, 2014.
SILVEIRA, Alessandra / CANOTILHO, Mariana, Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia Comentada, Coimbra, Almedina, 2013.
VIVANCO MARTÍNEZ, Ángela, Curso de Derecho Constitucional: Bases conceptuales y doctrinariasdelDerecho Constitucional, Tomo I, segunda edición ampliada, Santiago, EdicionesUniversidad Católica de Chile, 2007.
_______., «Freedom of Religion: A View From Europe», Roger Williams University Law Review, Volume Ten, Number 2, spring 2005.
, acessado em 7 de Julho de 2019.
, acessado em: 7 de julho de 2019.