A questão da percepção, do entendimento do ambiente de trabalho, do lar, do controle das emoções e a adaptação ante o distanciamento imposto pela pandemia de Covid-19 foram os temas da palestra virtual ministrada pela mestra em Psicologia Social, a psicóloga Evanuzia Luzia de Oliveira. O Evento, promovido pelo Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins (TJTO), por meio da Escola Superior da Magistratura Tocantinense, levou à reflexão sobre a conjuntura atual e a busca pelo equilíbrio físico, espiritual e emocional.

Por cerca de duas horas, a palestrante tratou de temas sensíveis da atualidade, de maneira objetiva e direta. Com isso, assuntos como empatia, a descoberta de novas atividades físicas, de lazer, a busca por um hobbie e o entendimento de que não necessitamos controlar situações adversas à nossa responsabilidade, como também assuntos como luto e ansiedade decorrentes da pandemia foram observados pela palestrante. “Em tudo na nossa vida podemos ter oportunidade de aprendizado e adoecimento. É preciso então aprender com a situação”, ressaltou.

Passando pela etapa de resposta de questionamento dos espectadores, a psicóloga deu dicas sobre enfrentamento de situações familiares, interpessoais, a prática de atividades físicas, o momento de buscar acompanhamento profissional, o combate aos gatilhos emocionais que podem desencadear transtornos de pânico e ansiedade e até mesmo técnicas de respiração, como complemento do enfrentamento da ansiedade, buscando o equilíbrio emocional. “Tudo na nossa vida precisa de equilíbrio. Eu preciso estar bem com as pessoas e também preciso estar bem só. Se eu quero ficar muito só, tudo tem de ter equilíbrio. Esforce-se para estar no meio de pessoas, busque alternativas. Não vá correndo para essa zona de conforto para você, que em longo prazo isso não lhe fará bem”, lembrou.

Texto: Wherbert Araújo – Comunicação Esmat

Francielly Oliveira – Estagiária em Comunicação Social – Jornalismo

Destaques