“Hoje em dia costuma-se pensar que ética tem a ver apenas com roubar ou não roubar, mas a ética está presente em cada atitude do nosso dia a dia, por menor que seja. Com relação ao trabalho de um magistrado, por exemplo, os valores da ética são de uma importância fundamental para a tomada das suas decisões”.

Essas foram as palavras do palestrante Alan Barros Bitar na abertura do Seminário Controle Social, Ética E Serviço Público, promovido pela Ouvidoria Judiciária do Tocantins, por meio da Escola Superior da Magistratura Tocantinense, Esmat, realizado na manhã desta sexta-feira (28/6).

O evento teve o objetivo de promover o aperfeiçoamento das atividades desenvolvidas pela Ouvidoria Judiciária do Tocantins, bem como reafirmar a importância da participação dos usuários no aprimoramento da prestação dos serviços oferecidos pela Ouvidoria.

Para o professor Alan Barros Bitar, que é mestre em administração, a sociedade exige cada vez mais da administração pública uma prestação de serviços de qualidade que atendam a princípios constitucionais como eficiência e transparência. “Devemos levar a ética e os valores da vida pessoal para o serviço público, como forma de prestar um serviço cada vez melhor e que atenda às demandas da sociedade”, afirmou o professor.

O Seminário Controle Social, Ética e Serviço Público teve transmissão ao vivo para as telessalas da Esmat instaladas nas 41 comarcas do estado.

Texto: Abelson Ribeiro / Fotos: Esmat

Comunicação TJTO