A Política Judiciária Nacional de solução adequada dos conflitos e de prevenção de litígios prestigia os mecanismos consensuais na pacificação social, como a conciliação e a mediação, tanto que os tribunais do País estabeleceram como Meta 03, para 2019, o aumento dos casos solucionados por meio da conciliação. Uma iniciativa do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução Pública (NUPEMEC) em parceria com a Escola Superior da Magistratura (ESMAT) foi realizado o Curso Básico de Formação de Mediador Judicial, com o objetivo de desenvolver nos participantes o autoconhecimento e o aperfeiçoamento de habilidades, tornando-os mais conscientes da influência que exercem no desempenho das equipes de trabalho.

O curso foi proposto para realização de três turmas, divididas nas Comarcas de Araguaína, Gurupi e Palmas, contemplando servidores das 41 Comarcas do Estado. O curso teve como público alvo servidores do Poder Judiciário Tocantinense, servidores de outros poderes e profissionais de quaisquer áreas que demandem a compreensão e utilização de ferramentas de administração de conflitos. As inscrições no curso foram deferidas após processo seletivo realizado pela Esmat, e para cada turma foram fornecidas 32 vagas, sendo todas preenchidas ao final do processo seletivo. Integram o quadro de professores do curso: Beatriz Alves da Luz, assessora jurídica da Vara de Precatórias, Falências e Concordatas da Comarca de Araguaína-TO/TJTO; Daniela Guimarães Sales, conciliadora/mediadora no Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins; a especialista Hellen Cristini Da Silva Leme, Técnica Judiciária do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins e conciliadora judicial no Cejusc da Comarca de Gurupi-TO; Lorena da Cruz Neves Pimenta Gutierrez, Assessora Jurídica do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos no Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins.

O curso foi dividido em duas fases, sendo que a fase teórica – aulas presenciais – já foi realizada nas Comarcas de Araguaína, Gurupi e Palmas, e a fase prática – estágio – de responsabilidade do NUPEMEC/CEJUSCs, segue em andamento com previsão de término para abril de 2020. Com atividades teóricas e práticas o curso será de grande relevância para o Poder Judiciário Tocantinense, pois proporcionará um aumento significativo de pessoas capacitadas em mediação.

 

CURSO MEDIADOR JUDICIAL (8)
CURSO MEDIADOR JUDICIAL (7)
CURSO MEDIADOR JUDICIAL (6)
CURSO MEDIADOR JUDICIAL (5)
CURSO MEDIADOR JUDICIAL (4)
CURSO MEDIADOR JUDICIAL (3)
  • CURSO MEDIADOR JUDICIAL (8)
  • CURSO MEDIADOR JUDICIAL (7)
  • CURSO MEDIADOR JUDICIAL (6)
  • CURSO MEDIADOR JUDICIAL (5)
  • CURSO MEDIADOR JUDICIAL (4)
  • CURSO MEDIADOR JUDICIAL (3)
  • CURSO MEDIADOR JUDICIAL (2)
  • CURSO MEDIADOR JUDICIAL (1)