Está acontecendo no Rio de Janeiro, dias 8 e 9 de abril, a Assembleia Geral do Comitê Permanente da América Latina para Prevenção ao Crime, programa do Instituto Latino Americano (ILANUD) da ONU para a Prevenção do Delito e à Justiça Criminal.


O evento terá em sua solenidade de abertura a palestra do professor e ministro do Supremo Tribunal Federal, Luis Roberto Barroso.


Com a fala de participantes de vários países como Argentina, Japão, Áustria e Estados Unidos, entre outros assuntos da pauta, serão discutidos no evento os direitos humanos para a superação da pobreza e a vulnerabilidade das pessoas e a necessidade de se fazer mais eficaz a função da governança em impor melhorias aos indicadores de qualidade de vida e bem-estar na América Latina, além dos estudos para o projeto da Universidade Mundial de Segurança e Desenvolvimento Social da ONU a ser apresentado ao governo brasileiro.


O diretor geral da Esmat, desembargador Marco Villas Boas, é o único convidado externo participando da reunião, engajado na luta pela implantação da Universidade da ONU no Brasil.


A participação da Escola Superior da Magistratura Tocantinense contribuirá para o fortalecimento de estratégias e esforços para o enfrentamento de importantes desafios para as sociedades latino-americanas, como a paz, a justiça, os direitos humanos e as liberdades fundamentais, especialmente tendo em vista todas as ações que a Escola já realiza na defesa e promoção aos direitos humanos desde a implantação do Mestrado em Prestação Jurisdicional e Direitos Humanos em parceria com a Universidade Federal do Tocantins (UFT), em 2013.