O PROCESSO CIVIL ELETRÔNICO: SUAS BASES PRINCIPIOLÓGICAS E LEGISLATIVAS
PDF

Palavras-chave

Princípios constitucionais. Acesso à justiça. Efetividade do processo. Celeridade. Evolução legislativa. Processo eletrônico.

Como Citar

Galan, D. R. H. (2016). O PROCESSO CIVIL ELETRÔNICO: SUAS BASES PRINCIPIOLÓGICAS E LEGISLATIVAS. REVISTA ESMAT, 3(3), 207-237. https://doi.org/10.34060/reesmat.v3i3.103

Resumo

O presente trabalho se pauta pela aplicação do meio eletrônico ao processo civil brasileiro com vistas à instrumental idade do processo, demonstrando sua evolução legislativa e a possibilidade de sua utilização estribada em princípios constitucionais. O sistema processual moderno é concebido a partir da Constituição Federal, a qual abriga os princípios e valores que devem nortear a atividade processual. Dos princípios constitucionais considerados basilares, princípio do acesso à justiça e do devido processo legal, decorrem outros, dos quais destacam-se ao tema em tratamento os seguintes: princípio da efetividade e da celeridade processual, bem como os princípios da instrumentalidade das formas e da economia processual.ra a concretização desses princípios, necessária se mostra a revisão de conceitos e velhos dogmas da ciência processual para o fim de alcançar os valores albergados na Carta Magna, em atenção ao entendimento de que a efetividade do processo está estreitamente relacionada com o seu tempo de duraç  , assim como a presteza da atividade jurisdicional está intimamente ligada ao acesso à justiça. Nesse contexto, as inovações tecnológicas precisam ser absorvidas no âmbito processual. O processo eletrônico, assim denominado porque seu procedimento utiliza meios físicos que são o objeto de estudo da parte da física chamada eletrônica, representa um contundente passo dado na direção da concretização daqueles princípios processuais.
https://doi.org/10.34060/reesmat.v3i3.103
PDF

Referências

ALMEIDA FILHO, José Carlos de Araújo. Processo eletrônico e teoria geral do processo eletrônico: a informatização judicial no Brasil. 2 ed. Rio de Janeiro: Editora Forense, 2008.

BRASIL. Lei n° 11.419, de 19 de dezembro de 2006. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2006/Lei/Ll 1419.htm> . Acesso em dezenove de março de dois mil e onze, às 01h21min.

BUENO, Cássio Scarpinella. Curso sistematizado de Direito Processual Civil. São Paulo: Saraiva, 2007.

CALMON, Petrônio. Comparação entre os parágrafos do art. 154 do CPC e a Lei n° 11.419. Fonte: Comentários à Lei de informatização do processo judicial: Forense, 2007, pp. 03-09. Material da 4a aula da disciplina Fundamentos do Direito Processual Civil, ministrada no curso de Pós-Graduação Lato Sensu Televirtual em Direito Processual Civil - Anhanguera - Uniderp/IBDP/Rede LFG.

CINTRA, GRINOVER & DINAMARCO. Teoria Geral do Processo: processo Constitucional. 21. ed. São Paulo: Malheiros, 2005, p. 80-87. Material da 3a aula da disciplina Fundamentos do Direito Processual Civil, ministrada no curso de Pós-Graduação Lato Sensu Televirtual em Direito Processual Civil - Anhanguera Uniderp/IBDP/Rede LFG.

CINTRA, Antônio Carlos de Araújo, et al. Teoria geral do processo. 10. ed. São Paulo: Malheiros, 1994.

CLEMENTINO, Edilberto Barbosa. Processo judicial eletrônico. Curitiba: Juruá, 2008.

FUX, Luiz. O processo eletrônico importa em uma mudança de paradigma. Disponível em: <http://www.stj.gov.br/portal_stj/publicacao/engine.wsp?tmp.area=398&tmp.texto=93781 >. Acesso em dezenove de março de dois mil e onze, às 18h2()min.

LUCON, Paulo Henrique dos Santos. Duração razoável e informatização do processo nas recentes reformas. Disponível em: <http://www.arcos.org.br/periodicos/revista-eletronicade-direito-processuai/volume-vi/duracao-razoavel-einformatizacao-do proceso-nas-recentes-reformas>. Acesso em: vinte e quatro de março do ano dois mil e onze, às 16h24min.

NEGRÃO, Theotonio, GOUVEA, José Roberto F. e BONDIOLI, Luis Guilherme A. Código de Processo Civil e legislação processual em vigor. 42. ed. São Paulo: Saraiva, 2010.

PEREIRA, Sebastião Tavares. O processo eletrônico e o princípio da dupla instrumentalidade. Disponível em: <http://jus.uol.com.br/revista/texto/11824>. Acesso em: dezenove de março do ano dois mil e onze, às 16h.

REINALDO FILHO, Demócrito. A uniformizatização do processo judicial - da Lei do Fax à Lei n° 11.419/06, uma breve retrospectiva legislativa.Disponível em <http://jus.uol.com.br/revista/texto/9399>. Acesso em dezessete de março de dois mil e onze.

SLHESSARENKO, Serys. Parecer da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania sobre o projeto 5828/01. Disponível em: <http://www.senado.gov.br/atividade/Materia/getPDF.asp?t=25193&tp=l> Acesso em vinte e cinco de março de dois mil e onze, às 00h58min.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.