A Escola Superior da Magistratura Tocantinense (ESMAT) divulga o resultado final do processo de Seleção de Instrutores(as) à Distância, para a Supervisão de Estágio do Curso Básico de Formação de Mediador(a) Ambiental, a se realizar no período de: Parte Teórica – de 5 de maio a 30 de junho de 2022; e Parte Prática – de 30 de junho a 16 de dezembro de 2022.

A ordem de classificação dos(as) candidatos(as) aprovados(as) foi determinada pela soma da pontuação, conforme Anexo I do Edital nº 056, de 2022, conforme abaixo:

Beatriz Alves da Luz

Daniela Guimarães Sales

Hellen Cristini da Silva Leme

Lorena da Cruz Neves Pimenta Gutierrez

 

Dentre as atividades a serem realizadas estão: supervisionar na fase de observação as sessões de mediação/conciliação na modalidade virtual ou presencial, a realização de audiências de mediação/conciliação em casos reais, nos Cejuscs do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins; Acompanhar os(as) alunos(as) nas sessões de mediação/conciliação, que serão realizadas por videoconferência ou presencial, em casos fáticos, na fase da Coparticipação, bem como no desenvolvimento das técnicas utilizadas durante a sessão de mediação/conciliação; Supervisionar, na fase de Intervenção Assistida, como o(a) aluno(a) abre e conduz a sessão de mediação/conciliação, promovendo o entendimento entre as partes, como controla a comunicação entre as partes, não permitindo que esta se realize de maneira ineficiente, e como reduz a termo os pedidos das partes, entre outras.

Sobre o curso

A capacitação possui carga horária de 100 horas-aulas, e estará disponibilizando 24 vagas para profissionais regularmente registrados no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Tocantins (CREA/TO); servidores(as) das Instituições Públicas Estaduais que lidam com conflitos ambientais; servidores(as) do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente (CAOMA). Também foram disponibilizadas 8 vagas para membros de comunidades tradicionais indígenas do Estado.

O curso tem por objetivo formar os(as) participantes para atuarem na mediação, com vista à consolidação dos métodos consensuais de tratamento de conflitos, em especial a mediação e a conciliação nas matérias ambientais, à pacificação social e ao amplo acesso à justiça, objetivos principais da Política Judiciária Nacional de Tratamento Adequado dos Conflitos de Interesses, instituída pela Resolução nº 125 do Conselho Nacional de Justiça, de 29 de novembro de 2010.

Clique aqui para mais informações.

 

Núcleo de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (NUFAM) — Telefone: 3218 – 4408; E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Comunicação Esmat

Destaques