O Poder Judiciário do Tocantins sediará, a partir desta quarta-feira (07/11), o VIII Congresso Internacional em Direitos Humanos. A abertura oficial do evento acontecerá às 19 horas, no auditório do Tribunal de Justiça. Com o tema “Construindo uma Sociedade para Todos”, a programação do congresso tem início com minicursos e cinedebate a partir das 9 horas de amanhã, na Escola Superior da Magistratura Tocantinense (Esmat). Já à noite, no auditório do TJTO, a conferência magna será com a professora doutora canadense Mona Parré, que falará sobre a convenção relativa aos direitos das pessoas com deficiência no desenvolvimento do direito internacional sobre os direitos humanos.  A programação segue até sexta-feira (09/11), na sede da Esmat.

O congresso é uma atividade do Mestrado em Prestação Jurisdicional e Direitos Humanos, realizado pela Esmat em parceria com a Universidade Federal do Tocantins (UFT). Este ano a edição renderá homenagens em memória do desembargador Antônio Rulli Junior.

Inscrições

Foram disponibilizadas 1500 vagas e podem participar do congresso magistrados servidores, estudantes, professores, profissionais, integrantes do sistema de Justiça e membros da sociedade em geral. Todas as palestras serão transmitidas ao vivo pela intranet.

Confira aqui o edital.

Doações

Quem participar do congresso este ano poderá contribuir com a construção de uma sala de jogos na Apae Palmas. As doações podem ser em qualquer valor e tem como finalidade proporcionar aos alunos um atendimento educacional especializado. As contribuições podem ser depositadas na Conta-Corrente 19000-4, Agência 1505-9, Banco do Brasil – APAE doações.