Sidebar

Durante a 4ª Sessão Ordinária Administrativa e presencial do Tribunal Pleno do Egrégio Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins, realizada na tarde desta quinta-feira (1º), o desembargador Marco Villas Boas e a desembargadora Etelvina Sampaio Felipe foram reconduzidos ao cargo de diretor geral da Escola Superior da Magistratura Tocantinense (ESMAT) e primeira diretora adjunta da Escola, respectivamente.

Eleito para o biênio 2021-2022, o desembargador Marco Villas Boas ressaltou os desafios da instituição ante as adaptações que serão impostas pós-pandemia da Covid-19. “Tivemos um ano atípico. Estamos enfrentando um grande desafio sanitário e global que requer cautela e mudança de paradigmas no processo educacional. Felizmente soubemos nos adaptar com celeridade ao novo formato educacional, focados na transmissão de conhecimentos e de utilização de ferramentas tecnológicas que auxiliem nesse processo. Certamente teremos de nos atualizar ainda mais. Entretanto, não interrompemos nem vamos pausar as atividades educacionais. Nosso desafio para os próximos dois anos reflete no processo de adaptação de ferramentas para levar com excelência o conhecimento aos nossos acadêmicos”, afirmou.

Em sua gestão, como diretor geral da Esmat, por cinco biênios consecutivos, o desembargador Marco Villas Boas, por meio de convênio com a Universidade Federal do Tocantins (UFT), implantou, na Esmat, o primeiro Mestrado Profissional, do Brasil, em Prestação Jurisdicional e Direitos Humanos, para aperfeiçoamento de magistrados e de servidores, e o Sistema de Qualidade ISO 9001 na instituição; firmou convênio com a Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, com o Instituto do Direito Brasileiro da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e com o Instituto de Ciências Jurídico-Políticas da mesma Universidade. Recentemente, em parceria com o Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), foi lançado o processo seletivo para o terceiro doutorado interinstitucional da Esmat. A instituição possui parcerias também em Programas Stricto Sensu de Doutorado com a UFT e com a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

Para compor o Conselho Institucional e Acadêmico da nova gestão, foram eleitos:

Desembargador Marco Villas Boas – Diretor Geral da Esmat

Desembargadora Etelvina Maria Sampaio Felipe – Primeira Diretora Adjunta da Esmat

Desembargador Pedro Nelson – Presidente do Conselho Institucional e Acadêmico da Esmat

Texto: Wherbert Araújo – Comunicação Esmat