Ocorre, nessa segunda-feira (21), mais uma edição dos fóruns sobre obras cinematográficas com abordagem de sensibilização e promoção dos Direitos Humanos, promovida pelo projeto Olhar Direitos, do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Prestação Jurisdicional e Direitos Humanos, promovido pela Escola Superior da Magistratura Tocantinense (ESMAT) em parceria com a Universidade Federal do Tocantins (UFT). A obra em questão será o curta-metragem “Índios no Poder”, disponível de maneira gratuita na plataforma YouTube.

O evento ocorrerá das 19h às 21h, com o tema Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais. Neste V Cine Fórum, o diálogo sobre este tema, com enfoque na participação dos indígenas nos espaços de poder, estará em conexão com a sensibilização provocada pelo documentário “Índios no Poder”, e, para a construção compartilhada e interdisciplinar de saberes, contará com a participação de lideranças indígenas, especialistas e pesquisadores(as) vinculados(as) ao PPGPJDH UFT/ESMAT.

Os interessados em participar do debate devem se inscrever por meio do link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfqTYvuY8t70nz1UE13rlNiPdCxmUF71_lC9qGSi2Ayo2pqKw/viewform

Sobre o Cine Fórum Olhar Direitos

O Cine Fórum Olhar Direitos é uma atividade que integra o Projeto de Extensão EducaDH, vinculado ao Grupo de Pesquisa Educação e Direitos Humanos, do Programa de Mestrado em Prestação Jurisdicional e Direitos Humanos, da Universidade Federal do Tocantins (UFT), em parceria com a Escola Superior da Magistratura Tocantinense (PPGPJDH/UFT/ESMAT), e conta com o apoio da Defensoria Pública Estadual (DPE). Tem por objetivos sensibilizar sobre direitos humanos por meio de diálogo qualificado sobre temas e práticas cotidianas da sociedade, estimulado pela linguagem cinematográfica; contribuir para a formação da cultura da paz e da educação em Direitos Humanos como parte da pesquisa do curso de Mestrado em Prestação Jurisdicional e Direitos Humanos; promover o acesso à cultura e ao diálogo científico sobre direitos humanos com a sociedade, franqueando a participação livre e plural em um espaço de interconectividade; e difundir, de forma interdisciplinar, o conhecimento jurídico e científico sobre Direitos Humanos e o conteúdo das pesquisas realizadas no âmbito do PPGPJDH UFT/ESMAT. Está previsto um último debate de produções cinematográficas que discutirá direitos da pessoa idosa, no dia 28 próximo.

Os participantes devem assistir aos filmes previamente, disponíveis em plataformas provedoras de filmes e séries via streaming. O Cine Fórum é desenvolvido integralmente na plataforma virtual ZOOM, sendo necessário equipamento pessoal de informática com acesso à internet.

Texto: Wherbert Araújo - Comunicação Esmat

Mais Acessadas