Acontece, nessa segunda-feira (31), mais uma edição da discussão de obras cinematográficas com abordagem de sensibilização e promoção dos Direitos Humanos, o grupo de pesquisa Educação em Direitos Humanos, do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direitos Humanos e Prestação Jurisdicional, promovido pela Escola Superior da Magistratura Tocantinense (ESMAT) em parceria com a Universidade Federal do Tocantins (UFT). A obra em questão será o curta-metragem “Urso Branco”, disponível na série “Black Mirror”, da plataforma Netflix.

O evento ocorrerá das 19h às 21h, com o tema Tecnologia e Justiça, e contará com os facilitadores do debate: a professora doutora Renata Rocha; o professor doutor Cleórbete Santos; a especialista Ana Carolina Ribeiro de Morais; a professora Msc. Bianca Kremer; a Msc. Lily Sany Silva Leite; e o professor doutor Oneide Perius.

Os interessados em participar do debate devem se inscrever por meio do link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfqTYvuY8t70nz1UE13rlNiPdCxmUF71_lC9qGSi2Ayo2pqKw/viewform

Sobre o Cine Fórum Olhar Direitos

O Cine Fórum Olhar Direitos é uma atividade que integra o Projeto de Extensão EducaDH, vinculado ao Grupo de Pesquisa Educação e Direitos Humanos, do Programa de Mestrado em Prestação Jurisdicional e Direitos Humanos, da Universidade Federal do Tocantins (UFT), em parceria com a Escola Superior da Magistratura Tocantinense (PPGPJDH/UFT/ESMAT) e a Defensoria Pública Estadual (DPE), e tem por objetivo sensibilizar sobre direitos humanos por meio de diálogo qualificado sobre temas e práticas cotidianas da sociedade, estimulado pela linguagem cinematográfica;  contribuir para a formação da cultura da paz e da educação em Direitos Humanos como parte da pesquisa do curso de Mestrado em Prestação Jurisdicional e Direitos Humanos; promover o acesso à cultura e ao diálogo científico sobre direitos humanos com a sociedade, franqueando a participação livre e plural em um espaço de interconectividade; e difundir, de forma interdisciplinar, o conhecimento jurídico e científico sobre os Direitos Humanos e o conteúdo das pesquisas realizadas no âmbito do PPGPJDH UFT/ESMAT. Estão previstos outros quatro debates de produções cinematográficas que discutem direitos da criança, da pessoa idosa, povos indígenas e tecnologia e justiça.

Os participantes devem assistir aos filmes previamente, disponíveis em plataformas provedoras de filmes e séries via stream ing.

Confira a Programação!

AscomEsmat

Mais Acessadas